livra

Como todo ano, a primavera não nos livra das altas temperaturas e das grandes pancadas de chuva. Essa mudança no clima costuma lotar as praias, aumentar o consumo dos sorvetes, colocar camisetas e chinelos para fora do armário. Tudo uma delícia, mas devemos ter cuidado, principalmente quando falamos dos pequenos. A pele deles é bem mais sensível que a dos adultos e merece cuidado redobrado quando em contato com o sol.

O recomendado é que a criança não abuse da exposição solar entre 9h30 e 15h30. As melhores horas são antes das 10h ou depois das 16h, evitando o horário de pico. São necessários apenas 10 minutos no sol para que a criança adquira os níveis de vitamina D essenciais. O ideal é usar filtros kids diariamente e, se necessário, usar roupas com filtro UV.

É ideal que a criança beba bastante líquido, como,por exemplo, água de coco, Gatorade e sucos de frutas para evitar a desidratação. Além disso, é indicado evitar alimentos quentes e preferir os mais leves.

 

Em casos de insolação, como proceder?

A melhor maneira de lidar com um episódio de insolação é manter a criança em um espaço fresco, sombreado e fazer com que ela beba líquidos frios. Aplique toalhas embebidas em água gelada para amenizar os sintomas da insolação. Uma vez que ela comece a exibir sinais de golpe de calor, você pode ser capaz de estabilizá-los por um momento, mas eles vão precisar de atendimento médico imediatamente.

 

Algum aos papais

É importante lembrar de ter o cuidado para não deixar cair bebidas, como limonada, Coca e suco de laranja, na pele, pois podem ocasionar queimaduras  e manchas escuras. Caso aconteça, é preciso retirá-la com água e não passar só a mão ou enxugar com um pano.